23 dezembro 2008

Saint Nicholas - Filtrada e Não Filtrada.


A cerveja Saint Nicholas é uma cerveja feita nas depedências da cervejaria Bamberg, fruto da paixão pela cerveja de quatro amigos que formaram a Biertruppe: Leonardo Botto, Eduardo Passarelli, Alexandre Bazzo e André Clemente. O mesmo grupo já havia trabalhado para fazer a Tcheca, que pelo jeito não terá repetição. Não tive oportunidade de prová-la ainda. Uma pena, duplamente!

A intenção com a Saint Nicholas foi fazer uma cerveja comemorativa para este Natal. Normalmente o estilo escolhido para as cervejas natalinas é o Belgian Dark Strong Ale, que pessoalmente me agrada mais pela complexidade. Entretanto, este foi o estilo da famosa A Dama do Lago, vencedora do I Concurso Mestre Cervejeiro da Eisenbahn, cria do Leonardo Botto. Para tentar fazer algo ainda não fabricado no Brasil, foi escolhido o estilo Belgian Blond Ale, famoso estilo belga representado por cervejas como Leffe Blond, La Trappe Blond e Grimbergen Blond (todas disponíveis no Brasil). O nome da cerveja foi uma homenagem ao santo cuja imagem é associada com Papai Noel.

Foi utilizada uma combinação de cinco leveduras usadas nas receitas de algumas das melhores cervejas belgas: 2 da Westmalle, além de Rochefort, Duvel e Chimay. Segundo as palavras do Botto, "a intenção era de produzir uma cerveja com aroma e sabor ricos e uma perfumada combinação de ésteres (banana, laranja, abacaxi, entre outros), alcoóis e compostos fenólicos, cravo, principalmente, e algo sutil, condimentado, do lúpulo. O amargor e a sensação alcoólica deveriam ser de intensidade média, para contribuírem com o equilíbrio da cerveja. Inicialmente traria um certo dulçor advindo do malte, e terminaria seca com o álcool se mostrando no retrogosto, para ajudar no balanceamento da Saint Nicholas."

Tive a oportunidade de provar duas versões engarrafadas, uma filtrada e pasteurizada e outra não filtrada e pasteurizada. Agradeço ao amigo Alessandro Laroca de Curitiba que as touxe até Fortaleza e me deu o prazer de dividí-las comigo.



Saint Nicholas Filtrada - Belgian Blond Ale, Ale, 7% ABV, garrafa 355 ml.

Cor: Dourada, límpida.
Espuma: Média fomação, baixa duração, cor branca.
Aroma: Malte, doce, frutado, fermento, álcool.
Paladar: Malte, doce, frutado, fermento, álcool, picante, corpo médio.
Boa Blond. Levemente frutada e picante. Não é tão complexa, mas é muito boa. O próprio estilo não é caracterizado por alta complexidade.



Saint Nicholas Não Filtrada - Belgian Blond Ale, Ale, 7% ABV, garrafa 355 ml.

Cor: Ambar clara, turva.
Espuma: Baixa fomação, baixa duração, cor branca.
Aroma: Malte, doce, frutado, fermento, álcool.
Paladar: Malte, doce, frutado, fermento, álcool, picante, amargor final mais perceptível, bom corpo.

Boa cerveja. Também levemente frutada. Melhor corpo do que na filtrada. A presença do fermento agrega esta característica desejável. Mudou até a cor da cerveja.

Como disse antes, acho que um estilo mais complexo poderia ser escolhido. Quando vi que seria uma cerveja de natal imaginei algo complexo, que geralmente me agrada mais. Entetanto as Belgian Blond Ales não são cervejas tão complexas. Sei que a motivação para escolher este estilo não foi fazer uma cerveja menos complexa e sim de produzir algo ainda não fabricado no Brasil.

Meus parabéns pelo bom trabalho. Gostaria de poder estimulá-los a ousar cada vez mais. Como as produções são pequenas, voltadas para um público selecionado e a divulgação é feita somente em blogs e comunidades especializadas, não faltaria público para consumir algo mais complexo. O sucesso seria inevitável!

Aliás, estas cervejas são encontradas em poucos locais e pedidos podem ser feitos clicando aqui.

5 comentários:

Botto disse...

Opa, Rodrigo, parabéns pelo blog e que bom ter gostado da Saint Nicholas.
2009 se aproxima e temos planos de ousar muito mais, acredite e aguarde, que virão ótimas cervejas (pelo menos esperamos isso, hehehe).
Grande abraço e feliz Natal,
Botto

Edu Passarelli disse...

Rodrigo,

Obrigado pelos comentários! E, como disse o Botto, em 2009 vamos ousar bem mais! Aguarde!

Abraço

Rodrigo disse...

Botto,
Obrigado pela visita e gostei muito sim da Saint Nicholas. Espero poder provar muitas outras crias suas e não somente as feitas com a Bietruppe.

Grande abraço.

Edu,
Também agradeço sua visita. Não vejo a hora de poder te conhecer pessoalmente e sua forneria na vila Madalena, o Melograno. Já ouvi ótimos comentários de quem esteve por lá. Inclusive sobre bons preços nas cervejas e copos das cervejarias. Assim que estiver em São Paulo vou passar por aí. Guarda uma tcheca para mim!

Grande abraço.

talespf disse...

fala rodrigão!
sou seu mais novo aprendiz de degustador de cerveja, hehehehe...
adorei a sessão de "degustação" lá no Degusti, especialmente daquela com cheirinho de azeitona!! [ espero não estar cometendo um pecado ao dizer isto :) ]
estarei sempre acompanhando as novidades do seu blog a partir de agora. parabéns pela iniciativa e SUCESSO!!!

Rodrigo disse...

Grande Tales,

Sempre é muito bom ter momentos agradáveis com bons amigos.
Obrigado pelas palavras de incentivo. Muitas outras degustações virão por aí.

Um abraço.

Related Posts with Thumbnails