20 junho 2009

Novidade no mercado: Wäls X-Light


Nova Wäls X-Light.

Durante o último mês de abril tive o prazer e o privilégio de conhecer a microcervejaria mineira Wäls e ser recebido pelo José Felipe e pelo seu pai Miguel. Nesta oportunidade o José Felipe apresentou uma nova cerveja em versão de teste a mim e ao meu amigo e xará Rodrigo Lemos do blog Beer Architecture, a Wäls X-Light. "Esta é uma cerveja que vai agradar muita gente e agregar valor ao paladar do público brasileiro", disse José Felipe.

A intenção é de lançar uma cerveja para competir com o mercado mais abrangente de cervejas no Brasil, as American Lagers, ou melhor dizendo as Pilsens brasileiras mais populares e já consagradas. A Wäls já possui a sua Bohemian Pilsen, aliás uma das mais gostosas presentes no mercado brasileiro, com um ótimo perfil lupulado no aroma e no sabor. A X-light é uma versão mais "ligth" da Bohemian Pilsen, ou uma versão melhorada com maior lupulagem do Chope Wäls disponível em Belo Horizonte. O dry-hopping é utilizado para conseguir este efeito na nova cerveja.

Degustação da X-light (ainda sem rótulo) durante a visita à Wäls.

X-Light servida no copo durante a visita.
O copo no canto direito da foto contém o chope Wäls.


O mais importante é que a marca de qualidade Wäls continuará presente neste mais novo produto. A cerveja é puro malte e a vontade da Wäls é um dia distribuir esta cerveja por todo o Brasil.

Pode até parecer que foi proposital, mas foi pura coincidência eu ter lançado esta notícia logo após a discussão sobre a cerveja do dia-a-dia. A Wäls pretende exatamente preencher este espaço: ser mais uma opção para uma "session beer" ou a nossa cerveja do dia-a-dia.

Pude trazer mais uma garrafa da versão teste da X-Light para casa e a degustei novamente esta semana. Impressões abaixo.


Wäls X-Light - Pilsen, Lager, 4%ABV, garrafa 355ml.

Cor: Dourada, límpida e brilhante.
Espuma: Boa formação, de cor branca, consistência média, mas dura até o final, deixando marcas pelo copo.
Aroma: Malte, leve cereais, lúpulo evidente.
Paladar: Malte, cereais, lúpulo, amargor final, corpo leve, refrescante, alta carbonatação.

Cerveja de alto drinkability, bem refrescante e com um toque maior de lúpulo, pincipalmente no aroma. Pode substituir muitas das cervejas presentes no mercado brasileiro com a vantagem de ser puro malte e ter uma carga mais agradável de lúpulo. Durante a visita ela foi degustada junto de um chope Wäls. Apesar da aparência ser praticamente a mesma, é evidente o ganho de aroma e sabor de lúpulo além de corpo na X-Light.

Veja a visita à Wäls clicando aqui.

9 comentários:

leo disse...

hola amigo,saludos codiales desde aqui, argentina. felicito por tu blog,,mira el mio

HellBeer disse...

o que significa dizer que a cerveja é puro malte?

Rodrigo Campos disse...

Leo,

Vou dar uma olhada em seu blog. Obrigado pelo elogio ao meu.

Olá HellBeer,

Cerveja puro malte leva somente malte na receita (além de água, lúpulo e levedura é lógico). O malte é que possui os açúcares que serão utilizados para "alimentar" as leveduras. Estas farão a transformação destes açúcares em álcool e gás carbônico. Nas cervejas que não são puro malte são utilizados substitutos que também são fontes de carboidratos (açúcares), podendo ser arroz, milho, açúcar de milho e até mesmo o açúcar comum. Estes substitutos, em geral, não acrescentam sabor na cerveja, pelo contrário, mas colaboram para baratear os custos de produção.

Um abraço.

Mauricio (BREJAS) disse...

Grande novidade, Rodrigo!
Estarei na Brasil Brau conferindo a X-Light. Você estará por lá também?
Um abração.

Rodrigo Campos disse...

Maurício,

Estou chegando em São Paulo hoje pela noite. Nos vemos lá.

Abração.

cervejaria habeas corpvs disse...

OLá Rodrigo, primeiramente, parabéns pelo Blog, muito bom. Fiquei conhecendo por meio do Luiz. Nós aqui de BH montamos um blog tbm e, nossa intenção mais pra frente é começar a produzir uma cerveja artesanal. De qualquer forma cou add seu blog no nosso. Quando der, dê uma passada por lá. Grande abraço. Stefano - Habeas Coprvs.

Rodrigo Campos disse...

Stefano,

Acabei te chamando de Stemamo (seu nome de perfil) quando respondi no outro post. Mas já está a resposta por lá. Agradeço o elogio ao meu blog e continuem escrevendo o de vocês. Tudo que vem para ajudar a educar o consumidor nessa nova cultura da cerveja que surge no Brasil é bem-vindo.

Abraço.

stemamo disse...

Opa, sem problemas, stemamo é quase o meu nome, rs. Que bom que passou lá no blog. Estou acompanhando tudo quando posso. Vi as fotos da Brau, legal demais, numa próxima quem sabe iremos. E quando vier a BH, avise-nos, ae podemos tomar algumas no vienna, em casa e em outros bares daqui! abs!

Rodrigo Campos disse...

Stemamo,

Obrigado pelo convite. Se dependesse da minha vontade eu estaria em BH pelo menos um final de semana por mês. Adorei esta cidade e já fiz alguns bons amios por aí. Já estou com saudades.

Grande abraço.

Related Posts with Thumbnails