08 março 2009

Eisenbahn Dunkel, Weizenbock e Strong Golden Ale

A cervejaria Sudbrack fabrica as cervejas Eisenbahn na cidade de Blumenau, a cidade da cerveja no Brasil. Em outros posts já descrevi um pouco a história desta microcervejaria, que fabrica algumas das melhores cervejas que encontramos hoje no Brasil, e as cervejas Eisenbahn 5, Lust e Oktoberfest.

Para ver estes posts clique nos links:

História da cervejaria e cerveja Eisenbahn 5.
Eisenbahn Lust.
Eisenbahn Oktoberfest.

Neste post vou descrever outras três cervejas espetaculares. A Eisenbahn Dunkel é uma cerveja escura, do estilo Schwarzbier (cerveja preta em alemão). Esta já pode ser considerada a cerveja brasileira com maior número de prêmios internacionais, são eles:

2007 - Medalha de broze no European Beer Star (Alemanha).
2008 - Medalha de prata no Australian International Beer Award (Austrália).
2008 - Medalha de bronze no World Beer Cup (EUA).
2008 - Medalha de broze no European Beer Star (Alemanha).

A Eizenbahn Weizenbock é uma cerveja de trigo escura e está entre as melhores cervejas produzidas no Brasil na minha opinião. Ela também ganhou prêmios internacionais:

2007 - Medalha de broze no European Beer Star (Alemanha).
2008 - Medalha de prata no Australian International Beer Award (Austrália).
2008 - Medalha de broze no European Beer Star (Alemanha).

Já a Eisenbahn Strong Golden Ale é uma das quatro cervejas fabricadas por esta cervejaria segundo o estilo belga de fazer cerveja. As outras são a Pale Ale no estilo Belgiam Pale Ale, a Dama do Lago no estilo Belgiam Dark Strong Ale e a Lust do estilo Biére Brut, cervejas que passam por uma segunda fermentação como champanhe. Para se ter uma noção do cuidado da Eisenbahn, a levedura para fabricar esta cerveja é trazida da Bélgica. Como curiosidade, a Strong Golden Ale é a cerveja que vai se transformar na Lust depois da adição de açúcar e levedura para champanhe.


Eisenbahn Dunkel - Schwarzbier, Lager, 4.8%ABV, garrafas 355ml.

Cor: Marrom escura, reflexos vermelho rubi, límpida.
Espuma: Média formação, média/baixa duração, cor bege.
Aroma: Malte, doce, torrado, lúpulo.
Paladar: Malte, doce, torrado, café, chocolate, amargor final, corpo médio.

Boa cerveja. Possui aromas e sabores variados e muito prazerosos, apesar de não ser tão complexa ou alcoólica. A característica mais marcante é o torrado, que deriva de maltes torrados e lembram bem café e chocolate no sabor. Quando esquentou no copo ficou mais gostosa, por isso recomendo degustar a 5-9°C.


Eisenbahn Weizenbock - Weizenbock, Ale, 8%ABV, garrafa 355ml.

Cor: Marrom, reflexos alaranjados, turva pela presença do fermento (não filtrada).
Espuma: Média Formação, baixa duração, cor bege.
Aroma: Malte, doce, banana, cravo, caramelo, toffee, fermento, picante, leve álcool.
Paladar: Malte, doce, banana, cravo, caramelo, toffee, cítrico, fermento, picante, leve álcool, leve amargor, bom corpo.

Bela cerveja nacional. Deliciosa. Apresenta toda a gama de sabores e aromas possíveis de serem encontrados em uma Weizenbock e não faz nenhum esforço para se revelar. Esta cerveja disputa os mais altos postos nos concursos internacionais com a famosa Aventinus, já descrita em outro post. A grande diferença entre as duas na minha opinião é que a Eizenbahn Weizenbock é ligeiramente menos fenólica (picante), deixando mais fácil a tarefa de identificar outros sabores e aromas menos potentes como o frutado (banana). Não sei se isto se deve às condições que a Aventinus é submetida no transporte da Alemanha para o Brasil. Dessa forma a Eisenbahn é mais fresca do que ela. É uma das melhores cervejas feitas no Brasil. Uma das minhas preferidas.


Eisenbahn Strong Golden Ale - Belgian Strong Ale, Ale, 8.5%ABV, garrafa 355ml.

Cor: Cor Ambar, turva.
Espuma: Boa formação, média/baixa duração, cor bege.
Aroma: Malte, doce, frutado (banana), leve cravo, leve picante, fenólico, fermento, lúpulo.
Paladar: Malte, doce, frutado (banana), leve cravo, leve picante, fermento, leve amargor, bom corpo.

Boa cerveja. Já havia provado esta cerveja em várias oportunidades, mas quando tomei diretamente na taça dela a cerveja ficou bem melhor. O aroma e o sabor ficaram mais fenólicos. Será que realmente a taça fez diferença na percepção de aromas e sabores da cerveja ou é efeito psicológico? Juro que não sei, mas desconfio que as duas teorias podem ter contribuído. Porque será que na Bélgica cada cerveja possui um copo ou uma taça próprios e os bares seguem à risca esta tradição?

Agora que a Eisenbahn foi adquirida pelo grupo Schincariol já podemos ver uma pequena melhora na distribuição destas cervejas por todo o país, mas ainda não está da forma como eu esperava. Espero poder um dia contar com a distribuição de todas as cervejas da marca e não somente de algumas a preços bem acima do encontrado nos Estados das regiões Sul e Sudeste.

11 comentários:

talespf disse...

grande rodrigo!

rapaz, isso foi coincidência??
bom, obra do acaso ou não, o fato é que foi uma bela surpresa esse seu post sobre a Eisenbahn Dunkel, saborosa iguaria que eu havia experimentado na noite anterior. realmente, os toques de torrado e café lhe conferem aroma e sabor deliciosos.
bom, quanto a trazer novos integrantes para o clube de cervejeiros de Fortaleza, se depender de mim, isso não será difícil.. rssrs.. passei boa parte do fim de semana lendo seu blog (e outros, como o do Rodrigo Lemos) e consultando os sites oficiais das cervejarias. um bela maneira de adquirir novos conhecimentos, não só etílicos, mas também históricos e geográficos.
em tempo: precisamos combinar para breve uma nova sessão de degustação e troca de informações. entrarei em contato!!

grande abraço!!

p.s.: fiquei encantado com a Colorado Demoiselle. eu encontro ela por aqui???

Rodrigo Campos disse...

Tales,

Não foi coincidência.
Aproveitei que você estava reclamando um post sobre a Dunkel e já que o material estava pronto só fiz publicá-lo.
Tem muito material ainda para ser publicado. Só não consigo é ter tempo para isso pois não sou jornalista e sim dentista.

Quero muito montar uma confraria de degustação em Fortaleza. A maior dificuldade é conseguir os confrades.

Quanto à Demoisele, ainda não é possível comprá-la em Fortaleza, mas se tu quiser eu consigo comprar algumas. Entra em contato que eu te digo como.

Um abraço.

Jean disse...

Prezado Rodrigo,

Que dificuldade degustar as Eisenbahn que ilustram esta postagem, hein?

Todas são fantásticas. A que mais me agrada é a Weizenbock.

Um abraço,

Jean Claudi

The Trooper disse...

Rodrigo, como vai?
Eu gostei da Eisenbahn Dunkel, muito tostada y de corpo respeitavel. Mas agora gostaria muito de tentar a Red strong, tem bom visual :-)

Saudacoes desde Assuncao

Rodrigo Campos disse...

Olá Jean,

Dificuldade para mim só mesmo em conseguir comprar as cervejas. Dessas três, somente a Dunkel é encontrada com facilidade por aqui, mas por R$5,50, ou seja, o dobro do preço que você encontra por aí. A Weizenbock eu peço direto do site da cervejaria. No mais as cervejas são deliciosas e a Weizwenbock também é a minha preferida, junto da 5.
Um abraço.

Olá The Trooper,

Comigo vai tudo bem, e com você?
Pode procurar uma Strong Golden Ale que ela é muito boa. Não chega a ser como a Duvel, mas é uma ótima cerveja.
Um abraço.

Jean disse...

Prezado Rodrigo,

Eisenbahn Dunkel a R$ 5,50??!! Muito caro, o negócio é você adquirir diretamente da Eisenbahn, via internet, que diga de passagem sempre funcionou muito bem comigo.

Por aqui encontramos nos supermercados a Dunkel, geralmente, por R$ 2,99, ou seja, o mesmo preço do site da Eisenbahn, mas temos a vantagem de não pagar o frete comprando nestes estabelecimentos.

Ultimamente temos encontrado a Dunkel e as demais da linha "simples" da Eisenbanh, por menos que R$ 2,99. O que tem nos agradado e muito.

A 5 também é excelente! Equilíbrio perfeito entre o malte e o lúpulo. E o lúpulo é o diferencial desta cerveja! A 5 não encontramos nos supermercados, somente no distribuidor Eisenbahn em Florianópolis ou no site da Eisenbahn que é mais em conta.

Um abraço,

Jean Claudi.

cacello disse...

Rodrigo,

Primeiro gostaria de parabenizar o excelente blog!!
E outra agora,a Weihnachts Ale, também não é estilo belga? Uma Dubbel?

abraço,

Carlo Marcello

Rodrigo Campos disse...

Olá Carlo Marcelo,

No site da Eisenbahn, a própria cervejaria a considera uma Amber Ale, que é um estilo americano.
Fiquei até mesmo um pouco em dúvida se a Weihnachts Ale seria de estilo belga, poderia até mesmo se aproximar de uma Belgiam Pale Ale. Algumas cervejas são bem difíceis de classificar, principalmente as belgas que são muito variadas e ricas. Acho que as Dubbel geralmente possuem uma cor mais escura, apesar de que é aceitável certo grau de variação. Boa pergunta! Para quebrar a cabeça! Merece até mesmo uma discussão mais profunda.

Obrigado pela visita e pelo comentário.

Um abraço.

minicontosperversos disse...

Cara, teu blog é completo e genial. Só tem um problema sério. Dói de vontade que desperta nos leitores.

Abraço!

Rodrigo Campos disse...

Olá Gustavo Martins (minicontosperversos),

Fico muito feliz com o seu comentário. Tenho uma paixão muito grande por esta deliciosa bebida e pelo jeito estou conseguindo propagá-la.

Um abraço.

Camila Miranda disse...

Gostei muito, é uma excelente matéria de Eisenbahn cerveja que considerada uma das melhores do mundo.

Related Posts with Thumbnails